terça-feira, 29 de maio de 2007

Prima Página







Bem, pessoal, aqui é o Bira Dantas quem vos fala. Não sou fidalgo, muito menos cavaleiro andante, errante um tanto. Desenhante? Bastante!



O fato é que a convite dos nobres Duda Albuquerque e Vilachã, fui convidado pela Escala Educacional a produzir uma adaptação em quadrinhos de D. Quixote de La Mancha.



Posso lhes adiantar que está sendo uma tremenda loucura. Os dois livros originais têm 600 páginas de um espanhol castiço e rebuscado. Estou adaptando de uma tradução, claro. Me perguntei por que quadrinizar esta obra. Só no Brasil temos a versão de Caco Galhardo, com seu desenho moderno e arrojado e a versão cordelística do nordestino Klévisson, com seu desenho detalhado, isso sem falar do maravilhoso Último Cavaleiro Andante, do mestre Will Eisner.




-Ora (pensei com meus pincéis, canetas e gaitas), será a minha versão. A pesquisa de imagens a partir da ajuda do amigo João Antonio Buhrer (pesquisador e colecionador de Quadrinhos e aficcionado pro D. Quixote) que me fartou de imagens que tantos artistas mirabolantes já fizeram. Até fotos dos locais de Espanha onde se passam as aventuras porra-loucas deste intrépido e destemido cavaleiro, João me arrumou.


Pois bem, aí estão as primeiras 4 páginas. Prometo postar esboços, estudos e quetais. Além de referências que usei...


Quem sabe alguém descobre a fórmula secreta de meus desenhos por aqui...



Boa diversão!

3 comentários:

Goreti disse...

Bira, querido:
Adorei esta iniciativa de ilustrar as Aventuras do Engenhoso Fidalgo e Cavaleiro Dom Quixote de La Mancha! A propósito: tenho a obra completa, em português, editada pela José Olímpio, em 1954, adquirida num sebo da Liberdade há alguns anos... Está editada em 5 volumes, capa de couro, papel couché e traz 375 ilustrações de Gustave Doré.
A Folha de SPaulo publicou dia 18/Jun/2005, um caderno especial intitulado a Longa Viagem de D. Quixote, celebrando os 400 anos da grande obra da literatura mundial, do genial Miguel de Cervantes.
Vc terá pela frente uma linda e desafiadora tarefa,Bira.
A inspiração já está lá, escrita há mais de 4 séculos... Sucesso pra vc. Beijão,
Goya

José Aparecido disse...

Aí, Bira, parabéns pela iniciativa e coragem pois será uma empreitada de vulto sem dúvida.
Já adicionei os meus favoritos e darei uma olhada de vez em quando.
Boa sorte, e
Abs,
zerramos

Iguana disse...

Muito legal, parabêns, gostei bastante. Você poderia vir a BH, no FIQ para lançar essa obra aqui,parabêns, Abraços.