sexta-feira, 11 de abril de 2008

A CAPA, FINALMENTE!


UFA! TERMINEI O DOM QUIXOTE

Nem acredito.

Mas é verdade.

Na quinta à noite (10/04) eu terminei o danado!


Entrei numa pauleira total pra terminar a revista. Perdi muito tempo com pesquisas em recortes de jornais do meu amigo João Buhrer, postando nos blogs, mas valeu a pena.Estourei todos os prazos que propus pro Duda da Escala Educacional, janeiro foi o último deles. Mas está se tornou a minha obra mais cara, mais querida...Ontem à noite eu finalizei o tratamento digital de toda a pintura em aquarela que fiz, além de refazer todo o letreiramento. E fiz tudo sozinho. Ou quase.


Minha mulher Cláudia, minha Thaís e minha funcionária Lourdes acompanharam tudo de perto. Ajudaram até a apagar o grafite das páginas.Varei madrugadas, perdi filmes e comprei, mas não li, dezenas de revistas. Até a minha sogra já estava rezando para eu terminar logo. E não é que deu certo?

Mas só a minha mulher mesmo pra me dar a maior força e segurar todas!
Até café da manhã aqui no estúdio ela chegou a trazer! E quando eu pensei em relaxar na pintura ou repassar pra outra pessoa, ela segurou a barra!
Existe o ditado popular “atrás de um grande homem, há sempre uma grande mulher”.
Eu diria: Atrás de uma grande obra, há sempre uma grande mulher!

Entrei numa pauleira total pra terminar a revista. Na reta final, tive muita insônia. Acordava às 2h30, 3h30 da madruga e pra não perder tempo, ia pra mesa trabalhar. Pesquisei muito, até demais, estourei todos os prazos, mas está se tornando a minha obra mais cara...


São quase 11 meses de trabalho, com pausas para pesquisas; charges pro Sinergia, Sindipetro, Sindiquim; Quadrinhos para a Front, Quadrinhópole, Câmara de Itatiba, cartilhas para a Fundacentro, ilustrações para a Rigesa, Caterpillar, Unimed, caricaturas pra internet, atualizações de fotologs e ainda buscar a filha na escola, levar no caratê (só no ano passado), etc.
Só no D. Quixote, gastei uma caixa de aquarela Sakura, uns 8 litros de água (pra aquarela, não pra beber), 3 canetas pretas (artist pen) Pitt Faber Castell, 12 canetas descartáveis de nanquim UniPin japonesas, 0.3, 0.5 e 0.8 mm, 5 canetas de retroprojetor, 10 caixinhas de grafite 2B, 0.7mm, pentel, 4 canetas pretas ponta porosa Faber Castell (ótimas), 3 marcadores de retroprojetor pretos da Pilot, 4 borrachas TK-Plast grandes (alguém fez uma denúncia sobre a caixinha verde que era tóxica, mas continua sendo a melhor borracha pra apagar lápis que já usei, por isso, jogo o invólucro verde fora assim que compro).Foram 180 páginas de papel Chamex Super, A4, 90 cópias xerográficas, em algumas épocas cheguei a trabalhar 18 horas, num dia, sem parar.
Quando arte-finalizava, cheguei a fazer 5 páginas por dia no nanquim. Isso me dava dor na parte de cima do braço (nos músculos que se ligam à mão), a conhecida tendinite. De 1 em 1 hora eu levantava e alongava os braços e costas.Parei de fazer as caminhadas na esteira. Meu exercício se limitou às caminhadas até a Pandora, na aula de quarta-feira e as idas na escola de minha filha.
Todos me deram a maior força, mas a minha mulher, a Cláudia foi especial.
Obrigado, gata!
Sem você, isso tudo teria sido muito mais difícil.
Talvez demorasse 2 anos.
Talvez eu nem terminasse.
Te amo pacas!

11 comentários:

Mário Cau disse...

Lorde Bira!
Vc é mestre, cara.
Admitro vc e seu trabalho demais.
Parabens por essa vitória!!
Nem mlinhos de vento gigantes te abalaram!
Parabens mesmo!!

Abração!

Paulo Barbosa disse...

Parabéns, grande Bira! Belíssimo trabalho. A propósito, você conhece o Dom Quixote do Orson Welles?
Um abraço do Paulo Barbosa

Bruno Accioly disse...

Ficamos no aguardo, aqui no www.outracoisa.com.br, para fazer a divulgação do lançamento!

Por enquanto só anuncimanos:
http://www.outracoisa.com.br/2008/05/04/dom-quixote-em-quadrinhos/

neilima disse...

É isso meu amigo Birão!
É sempre um prazer lamber a cria, não?!
PARABÉNS! você é um herói, em poder ter produzido mais uma obra.

SUCESSO sempre e um forte abraço deste seu fã.

filomeno2006 disse...

Alonso Quijano, genial invención del gran Miguel de Cervantes y Saavedra (El Manco de Lepanto)

filomeno2006 disse...

Fernando Rey también encarnó al Quijote

FRAGA disse...

Grande Bira, claro que pode sim.
Pra mim vai ser um prazer.
Muito bacana estas achuras das ilustras e o tratamento aquarelado da capa. Eu também fiz a minha capa em aquarela.
abração

Alex Jordane disse...

Bira,
Inicialmente parabéns pela obra! Maravilhoso seu trabalho!
Queria saber como conseguir esta obra de arte! Sou fã de Dom Quixote e, pelo que parece, seu agora também!
Abraços

Rico disse...

Putzgrila! Nunca mais desenho HQ's, dá trabalho pra caralho!! rs!
Bira, meu velho, Parabéns pelo trabalho e pela maratona desenhante! Você esqueceu de citar algo muito importante: conseguiu fazer um baita livrão daqueles caber em poucas páginas (em relação ao livro de Servantes).
Grande abraço!
Rico.

Denise Zimmer. disse...

lindos desenhos!

filomeno2006 disse...

Este post será del gusto de Doña Marie